Publicidade
26 de Maio de 2018
ANP adota medidas tardias e não revoga ‘cartório’
Ao anunciar medidas tardias, em meio à crise provocada pela greve dos caminhoneiros, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) continuou dando sinais de “rabo preso” com as distribuidoras de combustíveis. Liberou a obrigatoriedade de mistura à gasolina, mas não revogou a portaria 43/09 que proíbe a venda direta do etanol aos postos. O etanol brasileiro, limpo e renovável, tem ISOs, a melhor certificação possível.
Publicidade
busca
colunas anteriores

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2018 - Todos os direitos reservados